29 abril 2016

RESENHAS – O CAÇADOR DE PIPAS



Sinopse: O caçador de pipas é considerado um dos maiores sucessos da literatura mundial dos últimos tempos. Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970.
Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas.
E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado. 






Uma história de amizade entre duas crianças no Afeganistão em meio a conflitos sócias políticos e guerras. Amir é um dos destaques do anual campeonato de pipas, que marca o início do inverno em Cabul e Hassan é um talentoso caçador de pipas, alguém que apanha as pipas caídas para exibi-las como troféus. Hassan amigo de infância de Amir, embora Amir nunca tenha explicitamente admitido isso.

Ele é descrito como tendo cara de boneca chinesa, olhos verdes e lábio leporino. Amir, quando criança, é um garoto meio que chateado por não ser o centro das atenções do pai, a mãe morreu no parto e ele se sente um pouco responsável, acreditando que o pai também pense assim. Ele sente inveja de Hassan que recebe um certo afeto do pai e isso também influencia em seu modo de ser. Amir é o filho de família abastada e Hassan é o filho do empregado. Ao longo da história existem inúmeros acontecimentos, e supressas.


Os tempos em Cabul começam a ficar conturbados, a URSS  invade o Afeganistão, instaurando um sistema opressor no povo e até mesmo as famílias ricas começam a sofrer com essa nova realidade.Hassan e Amir se separam.Amir e o pai fogem para os Estados Unidos e lá iniciam uma nova vida.

Depois de muitos anos Rahim Khan, amigo da família, quando viviam no Afeganistão, telefona e pede ajuda Amir. Hassan teve um filho, e esse precisa urgentemente do auxílio daquele que pode ser o único elo familiar existente. Sohrab, o filho, tem muito mais a ver com a vida de Amir do que se podia imaginar. Livro maravilhoso um dos meus preferidos, super emocionante te prende do começo ao fim. Como sempre ainda prefiro o livro do que o filme.

A obra de Khaled Housseini além de mostrar nítidamente a cultura no Afeganistão, retrata de uma forma arrebatadora o valor de uma amizade sincera, e nos faz refletir principalmente sobre valorizar o que/quem temos, que muitas vezes passa despercebido devido a rotina ou pelo simples fato de não enxergarmos. O autor tem a preocupação de detalhar sentimentos, cenários e momentos, o que faz do livro um material ainda mais agradável de ser lido. Confesso que em muitas partes do livro, não pude conter as lágrimas.

Apesar do livro ser  um clássico, se você ainda não leu, posso te alertar que "O caçador de pipas" é 
uma história impactante, que irá te marcar pelo resto da vida.

Deixe aí o seu comentário sobre o livro ou o filme.
Beijos